Releituras

Também tinha saudades deste senhor…

Anúncios

Adormecimentos que nos custam

O blog é recente, a presença do autor na blogosfera nem por isso. (Já pareço um jogador de futebol a escrever, desculpem o exagero, toda a gente sabe que jogador de futebol não escreve.) Quando se muda de casa, quando se alteram as regras, há coisas que se tentam manter.

Deixei-me da blogosfera há uns anos, fui escrevendo aqui e acolá, mas até nisto o Facebook nos estraga, o prazer de escrever curto e grosso e ser imediato. Hoje, tudo é mais imediato, mas um blog é uma outra coisa, obriga-nos a ter mais atenção naquilo que se escreve, é preciso uma outra respiração, uma outra análise, escrever para um público não existente, “vaidade das vaidades, tudo é vaidade.”

Ao voltar à blogosfera, constato que muitos dos meus blogs favoritos cessaram, acabaram ou mudaram, não todos claro, que nisto há muitos mais disciplinados do que eu. Sim, a minha ausência da blogosfera é sinónimo de um afastamento daqueles que lia.

Há um que me custa ter terminado, chamava(-se) Planalto, não conheço a autora pessoalmente, mas foi o blog que maior prazer me deu ler, pelo cuidado com a escrita, pela atenção com o pormenor, pelo humor, pela sinceridade. Blogs como este há poucos, menos ainda agora!