Dos filmes das BDs de Frank Miller

Sin City – Uma das minhas BDs favoritas, um dos filmes que menos me dirá. Demasiado colado à BD, não o consigo ver como um filme. Começo-o a ver e sei quais serão os planos, as falas. AGGhhhh.

300 – Uma das BDs de Miller que menos gosto. O filme surpreendeu-me bastante. Uma das boas surpresas dos últimos tempos. Pena o trailer, que me levou a pensar que seria um gémeo do acima citado e que me levou a adiar o visionamento do mesmo.

Já estou farto da mediatização à volta de Michael Jackson.
Depois do branqueamento do senhor, estamos a assistir a uma tentativa de segundo branqueamento. Confesso aqui o meu total alheamento em relação à obra do senhor. Quanto à figura… se o visse à frente fugia. Hoje não, porque mortos não me assustam.

Saviola.
Deixei de me preocupar com o Benfica há muito tempo.
A verdade é que já não ligo muito a futebol, mas o Benfica já não me tirava sono mesmo na altura em que me preocupava.
Lembro-me da Parmalat, de Caniggia, de Futre, e de uma porrada de outros jogadores.
O Benfica promete muito, ou ilude-se muito e quase não ganha nada. Pelo menos nestes últimos anos.
O ano em que o Benfica foi campeão não tinha um grande plantel, mas foi campeão.

Por outro lado, acho que deve haver petróleo debaixo da estátua do Eusébio ou isso ou qualquer dia acaba como o Boavista. Sabemos o dinheiro que os clubes portugueses (não) têm. Sim… eu sei que o Benfica é uma marca que rende, bem mais do que a dos outros 2 grandes portugueses. Mas ainda assim… têm gastado alguns euritos, vendido pouco, e continuam a querer fazer dinheiro de jogadores que ou não valem assim tanto ou não jogam sequer na Luz (caso de Di Maria).

Gosto de Jorge Jesus, parece-me que pode ter o perfil indicado para ser o treinador que o Benfica precisa, a minha dúvida reside no facto de o Benfica ter o perfil para Jorge Jesus. Se os resultados forem aziagos conseguirá o Benfica manter ter paciência?

Meanwhile

Yes, yes, still alive.
Acabei e entreguei 3 dos 4 trabalhos deste semestre. O 4º fica para o ano. Demasiado cansado e pouco preparado para tal.
Já recebi duas notas. Simpáticas. Demasiado simpáticas, ou como diz a Maria, afinal sempre sou um gajo inteligente. A minha teoria é outra, qualquer curso que faça no futuro não será na Nova. As notas de Mestrado quando comparadas com as de Licenciatura deixam-me de rastos. Ou a experiência dos últimos anos tem servido de alguma coisa. Whatever.

Um dos trabalhos consistiu na análise de um blog da nossa praça e já tive oportunidade de agradecer ao blogger em questão a ajuda e disponibilidade, sem a qual não teria conseguido fazer o dito trabalho.

Já tenho tema para a tese, será sobre uma editora portuguesa que tem estado bastante nos media portugueses nestes últimos meses, isto se conseguir fazer a entrevista ao mentor. E como tese sem orientador não dá, também já tenho orientador.
Olha que bonito, o verão vai ser mais calmo, e deve ser bastante verde…já que se tudo correr bem vamos visitar os Sommervilles a Belfast.