Dietas e picadelas

Comecei hoje uma dieta e um tratamento de mesoterapia. Por acaso o não comer ou o comer pouco, como queiram está a custar mais do que as picadelas. Sim, são mais do que uma. Foram muitas…
A mesoterapia consiste em injectar uma solução química no corpo que irá (espero) desfazer a gordura. em conjunto e para que o tratamento tenha mais efeito deve-se ingerir água e evitar alguns alimentos.
Hoje o estomago tem refilado, sem pão, batatas, arroz, massa, sumos e bolos têm-se visto à rasca.
Vamos a ver como corre amanhã!

Anúncios

Cultura

Estou a preparar um (ou 2) quiz para o Acampamento de Sines. E estou a aprender muitas coisas:p Vai ser de arromba, com perguntas, fotografias, desenhos, música, espero que fique muita giro no fim!

De resto tenho tanta coisa para preparar que ainda não preparei nada.
Das 7 meditações tenho 2 ou 3. Dos dois estudos tenho metade de um. E temos de começar a pensar nas actividades!

PS. Parece que este ano começo a dar aulas em Setembro. Yuppi!!!

À espera

Leio muitos autores e diferentes estilos e géneros.
Mas há autores a que volto ciclicamente, há autores que me prenderam.
Estou à espera que saia um novo livro do Henning Mankell. Do Harry Potter. Da Kathy Reichs. Do Neil Gaiman. E estão todos quase cá fora!

Imitando a Renata

Coisas que me fazem rir:
Monthy Pithon, pessoas a fazerem figura de urso, Coupling, Luís Filipe Vieira, o filme da candidatura do Manuel Maria Carrilho e tantas outras coisas.
Coisas que eu amo fazer:
Ler, ver o mar, ver bons filmes/séries de TV, dar aulas, estar/cuidar de crianças, passar tempo com a minha namorada.
Coisas que me assustam:
Os fanáticos, a governação de Portugal, o grau de cultura em Portugal, as séries e telenovelas da TVI, a condução em Portugal, filme da candidatura do Manuel Maria Carrilho.
Coisas que não entendo:
Estado de humor das mulheres, o meu estado de humor, o Benfica Campeão, Baseboll, Golf, Bloco de Esquerda, Latim, mulheres ao volante, Manuel Maria Carrilho.
Coisas sobre minha mesa:
24 livros! Teologia, devocionais, romances, história, ciência, poesia e biografia!
Coisas que não sei fazer (ainda):
Tantas…Latim, Grego, passar a ferro…
Coisas que não esqueço:
O Porto campeão em 87 e o ano passado! Um quase afogamento num acampamento de crianças, tenho boa memória para aquilo que me marcou!
Coisas que gosto de ler (além dos livros):
Blogs (os que estão na coluna da direita), Bd (são livros, mas gosto muito), jornais, legendas.

Paulo Coelho

No Avis o Francisco continua a contar as peripécias intelectuais pelas quais passa quem tem de ler Paulo Coelho. Já vi que quem por aqui passa também tem a sua opinião muito pessoal (e quase unânime).
Deixo aqui a minha. Tentei ler um livro de Paulo Coelho, Sentei no Rio Piedra e Chorei, mas ainda não tinha lido mais do que 15 páginas e era eu quem chorava. Espiritualmente aquilo não me diz nada ou melhor enoja-me, literariamente duvido que diga alguma coisa a alguém, mas parece que há cegos que vêm e desisti. Pergunto a quem o lê do que é que trata e se gostaram, mas já sei que há duas divisões, os fãs e os que fogem a sete pés. Eu fugi! E fujo!

Fiz questão de comprar e ler tanto o Público como o Diário de Notícias. Queria compreender a questão dos 41, qualquer coisa ou 50% ou….whatever!
Fiquei com duas ideias. A primeira é que o erro é normal, não é nada de especial, todos erram. A segunda é que tudo isto foi uma trapalhada. Como se tratam de duas ideias contraditórias não sei em que fico.
Ou melhor…comparando com o Governo anterior consigo ver que existe uma maior complacência da Comunicação em relação a este Governo e que existe um maior cuidado deste governo em agir quando há problemas. Não se atacam em público, não abrem a boca para proferir bacoradas (o que até não é verdade, mas o estilo faz tudo), não são pressionados pelo Presidente diariamente, e o Primeiro-Ministro fala menos e pouco do que o anterior.
Até agora não sei se este Governo é melhor do que o anterior, é menos low-profile, o que já não é mau. Tem menos casos e guerrilhas internas do que o de Santana Lopes, o que é bom. Mas está a cair na desfaçatez de não fazer nada e de nada dizer. Está a cair, nos debates, no ataque barato à oposição como se isso lhes desse a vitória.
É altura de falar mais, fazendo mais e mostrando mais…mas não sei se chegaremos lá. E já começaram as trapalhadas…
Alguém que acorde o Jorginho?

Socorro!:p

Hoje jogava cons uns miúdos amigos ao UNO. Quem já jogou sabe que quando se coloca na mesa a penúltima carta deve dizer-se UNO, senão tem de se ir buscar mais duas cartas ao baralho!
Um dos miúdos, na altura de dizer UNO, começa por dizer Socor…
E foi risada total, porque logo se apercebeu e disse UNO!UNO!